Posts Tagged ‘lançamento’

h1

Lançamento: Blender 2.48

15/10/2008

Lançado nesta terça feira, dia 14 de outubro, a nova versão do software de modelagem/animação 3D gratuito Blender 3D. A nova versão conta com diversos bugfixes e algumas novidades, principalmente no que se refere à Game Engine, que a algum tempo não recebia tantas novidades em uma atualização. Isto aconteceu em virtude da produção do jogo Yo! Frankie (jogo cujo personagem principal é o Frankie, aquele esquilo malvado do curta Big Buck Bunny), pelo pessoal do Apricot Team. Das necessidades para com o jogo surgiram diversas das novidades na game engine do Blender.

blender_splash

Além de melhorias na lógica da GameEngine e no sistema de física, as novidades incluem preview das texturas GLSL na 3D Window do Blender (bem como de Shadow Maps). Inclusão de SoftBody (corpos flexíveis) interagindo com o sistema de física da game engine. Shadow maps dinâmicos. E simulação de DoF. Para quem quiser ver tudo isto funcionando pode visitar este vídeo no Youtube, ou, caso sua placa de vídeo permite, baixar este arquivo, abrir no Blender 2.48, e então apertar a tecla P para acionar a Game Engine e ver tudo isto funcionando em tempo real no seu computador.

Entre diversas outras novidades me chamaram a atenção:

SOMBRAS COLORIDAS: A algum tempo uma reclamação de usuários de Blender, agora você tem a possibilidade de definir a cor da sombra produzida por uma determinada fonte de luz. Como eles gostam de dizer, não é uma ferramenta que simule a realidade, e sim uma opção criativa que, entre tantas coisas, permitem aos artistas 3D simularem sombras mais realistas sem a necessidade de Iluminação Global.

blender_shrink MODIFICADOR SHRINK WRAP: Este modificador permite que você reduza um objeto até que ele “empacote” um objeto menor, se amarrando nos pontos extremos do objeto “empacotado”. É mais fácil mostrar que explicar.

Na imagem ao lado vemos o modificador em funcionamento, empacotando a Suzanne em uma outra malha. Além do lado criativo, ele é muito útil para gerar, por exemplo, roupa para um personagem.

MODIFICADOR SIMPLE DEFORM: Modificador que permite deformações do tipo Twist (Torcer), Bend (Curvar), Taper (Afunilar) e Strech (Esticar) em uma malha, utilizando um Empty (ou outro objeto) como centro do efeito, e com a possibilidade de limitar a área de efeito.

GREASE PENCIL: Opção que permite que o usuário desenhe ou escreva anotações diretamente no espaço 3D do Blender (em 2D ou 3D). Muito útil para fazer rascunhos, esboços, e deixar anotações ou lembretes. Os rascunhos podem ser até mesmo animados (no estilo flipbook).

blender_sun SOL/CÉU/ATMOSFERA: Permite ao Blender utilizar uma fonte de luz do tipo SUN para gerar e simular o efeito da luz no céu e na atmosfera.

A nova versão do Blender conta ainda com melhorias na feramenta SCULPT (que permite esculpir no espaço 3D de forma interativa), FLUID (que agora permite a manipulação de fluidos através do sistema de partículas, definindo forças que manipulam a movimentação do fluído) e nos geradores de WIND e DEFLECTOR.

Isto não é tudo, é apenas parte das novidades do Blender 2.48, a última versão antes da 2.50 que deve trazer diversas novidades na interface do Blender. O Blender sempre inovando.

Para baixar a nova versão clique aqui.

h1

Outobro: Adobe CS4 Suite

23/09/2008

A Adobe anunciou para outubro o lançamento de seu mais novo pacote de aplicativo, o Adobe CS4 Suite. Como sempre, existem pacotes para todos os gostos e áreas de atuação. Seja você designer básico, aplicado, web designer, produtos de vídeos e tudo mais, sempre há um pacote com os programas que você precisa.

Dentro dos programas com os quais tenho mais familiaridade, Illustrator e Photoshop, algumas novidades me deixaram bastante empolgado:

Adobe Photoshop CS4:

– Rotação do Canvas e Visualização: o movimento da tela e zoom ficaram mais fluídos, e a partir do momento em que você aproxima o suficiente para que os pixels da imagem fiquem bem visíveis o Photoshop automaticamente adiciona um grid mostrando a localização de cada pixel. Além disto, surge a possibilidade de se rotacionar a visão, o que ajuda muito quem trabalha com tablet para desenhar na tela (é como inclinar o papel de desenho para fazer com mais facilidade uma certa parte).

– Transformação Alerta ao Conteúdo: imagine poder alargar ou achatar uma imagem sem que certos elementos que existam nela sejam deformados. A tecnologia não é nova, e permite que o programa reconheça elementos na imagem (ou você indique ao programa estes elementos) e as transformações feitas na imagem não distorcem estes elementos. Imagine a foto de uma praia com surfistas, e você poder alargar o tamanho da praia simplesmente arrastando, e o software evitando que os surfistas sejam distorcidos também. Agora o Photoshop faz isto.

– Profundidade de Campo Extensiva: fotografe diversas imagens com pontos de foco e DoF diferentes, e o Photoshop combina todas em uma imagem com nitidez em todo o campo de visão.

– Melhorias diversas: melhorias na ferramenta Adobe Camera RAW, nas ferramentas de tratamento como Dodge e Burn, e também na interação com o Lightroom.

Adobe Illustrator CS4:

– Múltiplas Áreas de Trabalho: a impossibilidade de se fazer documentos com muitas páginas no Illustrator incomodou muita gente. Mas agora o Illustrator permite documentos com diversas áreas de trabalho, com tamanhos e características diferentes, de forma que podem ser exportadas ou impressas como documentos multi-páginas.

– Transparência no Gradiente: Assim como no Photoshop, agora é possível adicionar transparência diretamente no gradiente. Até a versão anterior era necessário se produzir o gradiente, e então configurar uma transparência sobre ele.

– Blob Brush Tool: Uma ferramenta de pincel que cria “manchas” de tinta na tela que são fundidas em um único objeto vetorial. Ótimo para quem utiliza tablets para desenhar e pintar no Illustrator.

– Melhoria na Ferramenta Gradiente: O gradiente é, agora, manipulação em seus elementos diretamente na área de trabalho.

– Melhorias na Cliping Mask: não ficaram muito claras as melhorias. Mas se o programa passar a considerar as cliping mask apenas por sua área visível (no que se refere a manipulação e alinhamento), e não pela soma da máscara + objeto, já será uma melhoria e tanto.

– Separation Preview: previsão da separação das cores, para evitar surpresas na impressão como overprints brancos e etc.

É isto aí. Agora é aguardas os primeiros reviews e ver as novidades. Tudo aliado ao fato de que, finalmente, a Adobe resolver tornar o Creative Suite totalmente compatível com a arquitetura 64bits, pode fazer com que o upgrade valha a pena para muita gente.