h1

Convertendo Fotos para PB utilizando o Lightroom

27/09/2008

Este artigo não é novo. Eu o criei pelos idos do mês de abril para postá-lo em meus dois foruns de fotografia favoritos: o Digifórum, e a Sala de Estudos Fotográficos. Mas para manter meus artigos e tutoriais concentrados em um lugar, vou repostá-lo aqui. Para quem ainda não o leu, o tutorial é bem interessante. Para quem já leu, não há nada de novo (desculpa a decepção – mas prometo um novo tutorial/artigo para logo).

Como sempre, o link para este tutorial estará também no portal Núcleo Fotográfico, do meu grande amigo Eduardo Guilhon.

Converter foto para P&B utilizando o computador é um processo de tratamento de imagem. Evite utilizar apenas a ferramenta Dessaturate do Photoshop ou então da própria câmera, pois este processo não lhe dará controle criativo e você terá de se contentar com a conversão que a máquina faz.

A fotografia P&B em câmera de película é afetada pelo processo criativo do fotógrafo no momento da captura, com filtros coloridos na câmera, ou então através do tratamento e manipulação no momento da revelação. Por esta razão os grandes fotógrafos revelavam suas próprias fotografia, e por este motivo é de bom grado ao fotógrafo digital saber tratar suas imagens no computador.

O processo de conversão de imagem para P&B utilizando o Lightroom é um processo simples, e que requer um pouco de conhecimento do software, e muita experiência, experimentação e bom gosto no momento do tratamento.

A foto que escolhi para a conversão é esta:

Igreja do Ribeirão da Ilha

Igreja do Ribeirão da Ilha

Como a foto tem áreas bastante fortes de cor, vai facilitar o entendimento do processo.

Uma vez selecionada a foto com a qual você irá trabalhar, coloque o Lightroom no modo DEVELOP e selecione a opção GREYSCALE. Caso o Whitebalance da imagem não esteja do agrado, é mais fácil corrigir isto na imagem ainda colorida, escolhendo-se o “conta-gotas” ao lado do WB: e clicando em um ponto da imagem que deva ser neutro.

Clique na Imagem para Ampliar

Clique na Imagem para Ampliar

Logo abaixo da sessão do WB: você encontrará a região aonde tratará a exposição e contraste da imagem. O Histograma que se encontra no topo desta mesma barra pode ser muito útil neste tratamento, principalmente para corrigir estouros de branco.

No topo do Histograma existem duas setas. Se você passar o mouse sobre elas o Lightroom irá destacar na imagem as áreas aonde o branco e o preto estouraram (cliparam/chaparam). A primeira seta define o estouro no preto, marcado na cor azul, a segunda define os brancos, marcados em vermelho. Clicar na seta faz com que a área continue marcada mesmo que você tire o mouse de cima da seta, e é uma ótima opção para corrigir alguns estouros na imagem.

Na imagem abaixo eu exagerei na exposição para demonstrar as áreas de branco e preto estourados.

Clique na Imagem para Ampliar

Clique na Imagem para Ampliar

O seu processo de conversão para P&B irá começar na sessão que controla o brilho e exposição da imagem, apresentada na imagem abaixo.

Clique na Imagem para Ampliar

Clique na Imagem para Ampliar

As fotografias P&B são clássicas por seu contraste bastante acentuado. Na falta de informação de cor que possa confundir a visão do espectador, a foto PB exagera no contraste de forma a acentuar a textura dos objetos e também criar um contraste nas relação de luz e sombra da imagem.

EXPOSURE: Reduz ou aumenta a exposição da imagem, clareando-a ou escurecendo-a. Sempre existe um leve detrimento da imagem quando se regula a exposição via software e não no hardware, mas esta redução é ínfima em níveis baixos quando se fotografa em RAW. Por isto, sempre é recomendado que você fotografe em RAW, principalmente se tiver a intenção de converter a imagem para P&B.

Estudo: subi a exposição em 0.40 pontos, para criar um contraste melhor. Não esqueça de sempre deixar os avisos de clipagem ligados no Histograma, para evitar que as cores clipem, principalmente os brancos. (É normal fotos P&B, principalmente antigas, possuírem áreas de branco ou preto puro, mas estas áreas não devem ser grandes ou atrapalhar a imagem, principalmente no que se refere ao branco. Ainda assim, liberdades criativas sempre serão permitidas).

RECOVERY: Recupera os detalhes em áreas de alto-brilho (Highlights) reduzindo as áreas de extremo tonal. Em imagens RAW o Lightroom consegue recuperar o detalhe em áreas nas quais um ou dois canais estejam clipados. Usado em exagero pode acinzentar e escurecer a imagem.

Estudo: como tomei cuidado com a clipagem no momento de aumentar a exposição, não foi necessário utilizar o Recovery nesta imagem. Mas ele é bastante utilizado, principalmente em imagens com contra-luz extremo, no qual você consegue recuperar um pouco dos detalhes da área estourada. É interessante deixar os realces de clipagem ativos ao mexer nesta função, mas desligá-los para ver o efeito visual na imagem.

FILL LIGHT: Clareia as áreas de Cinza Médio da imagem preservando as áreas de preto total da mesma. Utilizado com parcimônia ele aumenta o contraste da imagem e destaca áreas acinzentadas, com exagero ele destaca o ruído da imagem e clareia demais ela afetando o contraste.

Estudo: Amplei um pouco o FILL LIGHT para ampliar o contraste do preto total com as áreas de cinza.

BLACKS: Acentua as áreas de preto total da imagem, fazendo com que áreas de cinza próximas ao preto se convertam à preto total. Ajuda a recuperar o preto que pode ser perdido no FILL LIGHT. Usado com exagero enegrece demais a imagem perdendo dinâmica tonal.

Estudo: Ampliei o BLACKS para recuperar um pouco das áreas escuras da imagem, perdidas no momento do FILL LIGHT, e o contraste.

Os controles de BRIGHTNESS e CONTRAST executam funções similares aos comandos anteriores, mas de forma mais global e grosseira na imagem. Amplei um pouco o CONTRAST no caso da imagem de estudo, mas o resultado poderia ser alcançado apenas com alterações nos comandos anteriores.

Por fim, cheguei ao resultado abaixo:

Imagem convertida para P&B.

Imagem convertida para P&B.

Mas ainda não terminamos. Chegamos em uma imagem com bom contraste, e poderíamos estar contente com ela em termos de conversão para P&B. Muito melhor do que se você tivesse simplesmente usado o “DESSATURATE” do Photoshop. Além de que agora você pode dizer que existe um processo criativo pessoal seu na imagem.

Mas vamos deslizar até outra região do Lightroom. Ainda na sessão DEVELOP, procure a sessão GREYSCALE MIX, indicada na imagem abaixo:

Sessão Greyscale Mix

Sessão Greyscale Mix

É nesta sessão que iremos “brincar” com a foto, como um fotógrafo faria com filtros no momento de fotografar a imagem. Aqui temos a tecnologia ao nosso lado, pois enquanto o fotografo que usava película e filme P&B tinha de analizar mentalmente o efeito dos filtros coloridos nas imagens, e esperar o momento da revelação para ver o resultado, o fotógrafo digital pode experimentar com os filtros e analisar os resultados em tempos real.

Mas não se engane, pois o processo criativo, o conhecimento, e o “tato” do fotógrafo é muito importante aqui, e não existe “receita de bolo”, cada resultado é consequência das escolhas do fotógrafo ao tratar a imagem, e cada fotógrafo pode ter uma aproximação completamente diferente.

Nesta sessão você terá a opção de filtrar ou enfatizar os canais de cores da imagem (Vermelho, Laranja, Amarelo, Verde, Aqua (Ciano), Azul, Púrpura e Magenta). A medida que você sobe uma das barras, todas as àreas que possuiam uma certa quantidade daquela cor clareiam, aproximando-se do branco, ao reduzir, as áreas escurecem aproximando-se do preto.

Qual a principal razão de se fazer isto? Diversas cores que existem na sua imagem possuem luminosidade semelhante, então detalhes que existem nas imagens coloridas podem sumir ao converter a mesma para P&B. Imagine um vestido verde, estampado em flores vermelhas com a mesma luminosidade… as flores irão aparecer na imagem colorida, mas ao se convertar para P&B elas sumirão do vestido. Utilizamos filtros coloridos, ou mixagem de cores, para recuperar estes detalhes.

Você poderá passar muito tempo nesta região do Lightroom para se converter imagens para P&B, subindo e descendo cada um dos canais e verificando as áreas afetadas. Todas as opções são subjetivas à intenção da foto… é possível destacar o céu, um batom colorido, detalhes nas roupas e muito mais. Experimentação aqui, e ter uma idéia do objetivo desejado, são palavras de ordem.

No estudo em questão:

ORANGE e YELLOW: Reduzi um pouco estes canais, fazendo com que os detalhes da igreja sejam destacados sobre a parede branca da mesma.

GREEN: A única área afetada por este canal eram pequenas concentrações de musgo na parede da igreja. Aumentei este canal fazendo com que estas áreas se aproximassem da luminosidade da parede da igreja, quase desaparecendo, mantando-se apenas o suficiente para não se perder a textura da parede.

AQUA: Uma pequena área do sino (provavelmente áreas de cobre enferrujado) são afetadas por este canal. Estas são as áreas de highlight do sino (brilhos) então ajustei em 100% para destacar bem o volume do sino dentro da igreja.

BLUE: Este canal afeta o céu como um todo. As núvens quase sumiam vão receber o destaque que merecem. Ajustei este canal para -25% de forma que o céu adquira um cinza que fique no meio termo entre os detalhes da igreja e o branco das nuvens, criando um bom contraste entre a igreja, o céu, e as nuvens. Se fosse meu desejo, em +100% o céu quase desaparece em branco, destacando totalmente a igreja (mas dando uma aparência irreal à foto).

PURPLE: Afeta uma área mais escura do céu, a direita da imagem, então utilizei este canal para equilibrar a cor do céu e evitar um degradê pronunciado no mesmo.

VERMELHO e MAGENTA: Não afetam esta imagem (mas serão muito úteis em fotos com pessoas, pois normalmente afetam a cor da pele em combinação com o orange e o yellow, e também em fotos com batons ou outros objetos vermelhos).

Resultado:

Clique na Imagem para Ampliar

Clique na Imagem para Ampliar

Compare com o resultado caso tivéssemos simplesmente dessaturado a imagem.

Clique na imagem para ampliar.

Clique na imagem para ampliar.

Você pode ainda, para melhorar o resultado, utilizar um pouco de Sharpening para aumentar a nitidez da imagem, e aplicar um pouco de ruído para simular filme. Existe um plugin chamado Grain Surgery que permite aplicar Presets de ruídos que simulam diversos tipos de filmes característicos.
Mas deixaremos isto para outro tutorial.

Grande abraço para todos.

8 comentários

  1. […] Bonelli Weblog Pensamentos, rancores e anseios de uma mente instável. « Convertendo Fotos para PB utilizando o Lightroom Introdução ao Lightroom – 01 Setembro 30, 2008 Este é o primeiro do que espero que se […]


  2. […] parte da funcionalidade desta sessão no tutorial sobre conversão de arquivos para PB com o Lightroom. Em imagens coloridas, esta sessão serve para mudar o tom, a luminosidade e a saturação de […]


  3. Uau!

    Esse tutorial é excelente. Se eu tivesse começado debaixo pra cima, já dava pra se notar, a abrupta diferença entre o “Dessaturate” puro e simples e um P&B trabalho.

    Parabéns Raphael!


  4. […] Eu não vou mostrar painel por painel para execução dos efeitos. Irei utilizar, basicamente, o painel Basic e o painel Split Toning. Para conversão para PB, visite o artigo Convertendo Fotos para PB com o Lightroom. […]


  5. Parabéns pelo material disponibilizado para aqueles que estão migrando recentemente para o Lightroom.

    Boa Sorte!


  6. valeu a dica ,mas ficou uma duvida;o fill light não diminui o contraste da imagem quando se almenta seu valor? No mais foi muito útil a sua ajuda obrigado


  7. Olá!! estou com uma duvida sera que consigo recuperar algumas fotos do programa que aparecem com um ponto de interrogação?


  8. […] parte da funcionalidade desta sessão no tutorial sobre conversão de arquivos para PB com o Lightroom. Em imagens coloridas, esta sessão serve para mudar o tom, a luminosidade e a saturação de […]



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: