h1

Outobro: Adobe CS4 Suite

23/09/2008

A Adobe anunciou para outubro o lançamento de seu mais novo pacote de aplicativo, o Adobe CS4 Suite. Como sempre, existem pacotes para todos os gostos e áreas de atuação. Seja você designer básico, aplicado, web designer, produtos de vídeos e tudo mais, sempre há um pacote com os programas que você precisa.

Dentro dos programas com os quais tenho mais familiaridade, Illustrator e Photoshop, algumas novidades me deixaram bastante empolgado:

Adobe Photoshop CS4:

– Rotação do Canvas e Visualização: o movimento da tela e zoom ficaram mais fluídos, e a partir do momento em que você aproxima o suficiente para que os pixels da imagem fiquem bem visíveis o Photoshop automaticamente adiciona um grid mostrando a localização de cada pixel. Além disto, surge a possibilidade de se rotacionar a visão, o que ajuda muito quem trabalha com tablet para desenhar na tela (é como inclinar o papel de desenho para fazer com mais facilidade uma certa parte).

– Transformação Alerta ao Conteúdo: imagine poder alargar ou achatar uma imagem sem que certos elementos que existam nela sejam deformados. A tecnologia não é nova, e permite que o programa reconheça elementos na imagem (ou você indique ao programa estes elementos) e as transformações feitas na imagem não distorcem estes elementos. Imagine a foto de uma praia com surfistas, e você poder alargar o tamanho da praia simplesmente arrastando, e o software evitando que os surfistas sejam distorcidos também. Agora o Photoshop faz isto.

– Profundidade de Campo Extensiva: fotografe diversas imagens com pontos de foco e DoF diferentes, e o Photoshop combina todas em uma imagem com nitidez em todo o campo de visão.

– Melhorias diversas: melhorias na ferramenta Adobe Camera RAW, nas ferramentas de tratamento como Dodge e Burn, e também na interação com o Lightroom.

Adobe Illustrator CS4:

– Múltiplas Áreas de Trabalho: a impossibilidade de se fazer documentos com muitas páginas no Illustrator incomodou muita gente. Mas agora o Illustrator permite documentos com diversas áreas de trabalho, com tamanhos e características diferentes, de forma que podem ser exportadas ou impressas como documentos multi-páginas.

– Transparência no Gradiente: Assim como no Photoshop, agora é possível adicionar transparência diretamente no gradiente. Até a versão anterior era necessário se produzir o gradiente, e então configurar uma transparência sobre ele.

– Blob Brush Tool: Uma ferramenta de pincel que cria “manchas” de tinta na tela que são fundidas em um único objeto vetorial. Ótimo para quem utiliza tablets para desenhar e pintar no Illustrator.

– Melhoria na Ferramenta Gradiente: O gradiente é, agora, manipulação em seus elementos diretamente na área de trabalho.

– Melhorias na Cliping Mask: não ficaram muito claras as melhorias. Mas se o programa passar a considerar as cliping mask apenas por sua área visível (no que se refere a manipulação e alinhamento), e não pela soma da máscara + objeto, já será uma melhoria e tanto.

– Separation Preview: previsão da separação das cores, para evitar surpresas na impressão como overprints brancos e etc.

É isto aí. Agora é aguardas os primeiros reviews e ver as novidades. Tudo aliado ao fato de que, finalmente, a Adobe resolver tornar o Creative Suite totalmente compatível com a arquitetura 64bits, pode fazer com que o upgrade valha a pena para muita gente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: